Use os filtros para refinar sua busca e encontrar resultados mais relevantes

Marcelo das Neves Cardoso is offline
7votos

Resenha do artigo, "Entre Cárceres e a Liberdade: Aposta na Produção Cotidiana de Modos Diferentes de Cuidar.

 

TRABALHO REFERENTE A INTRODUÇÃO A PSICOLOGIA DA SAÚDE, DO CURSO DE PSCIOLOGIA, 4º SEMESTRE, FACULDADE INTEGRADA DE SANTA MARIA (FISMA).

 

RESENHA DO ARTIGO:

ENTRE O CÁRCERE E A LIBERDADE: APOSTA NA PRODUÇÃO COTIDIANA DE MODOS DIFERENTES DE CUIDAR. (De Silvio Yasul)

 


AlberisLuis is offline
7votos

Cordel a ponte do SUS

Esse cordel faz parte das minhas coleções e criações poéticas sobre o SUS. Sou estagiário de Psicologia no Núcleo de Apoio à Saúde da Família, no munício de Caruaru/PE. Tenho aprendido todos os dias que nosso Sistema de Saúde é muito rico, lindo e tem contribuído para a qualidade de vida de muitas pessoas. Hoje, no grupo hiperdia, na USF do morro centenário, pude ver de perto a alegria dos idosos na participação do NASF na comunidade. Nesse momento de retrocesso político e de constantes ataques ao SUS, surge nos morros das cidades, atitudes que transformam vidas.


Raphael Henrique Travia is offline
5votos

1ª Conferência Nacional Livre de Comunicação em Saúde: Direito á Informação, garantia de direito á saúde

Olá Humanautas,

Começo esta postagem voltando no tempo e no CiberespaSUS, mais especificamente quando fui apresentado pela Sabrina como Blogueiro na RHS e a Jornalista Mariella comentou que achava legal o quanto as pessoas se apropriam da RedeHumanizaSUS. É deste lugar que eu escrevo e não da cadeira acadêmica ocupada por alguém que domine as técnicas de comunicação fazendo disso sua profissão.


Pedro Terra Teles de Sá is offline
6votos

Uma reflexão (questionamento) sobre a abertura para a participação social na saúde

 

Como dito anteriormente, aqui estou para a minha postagem semanal, o que ainda está valendo já que sábado é o último dia da semana..rs

E inicio a reflexão de hoje com uma pergunta. Como a sociedade civil está sendo inserida na constituição da agenda na saúde? Não penso simplesmente na importância da participação social, que é de fato bastante importante, mas efetivamente, tem havido participação e qual a qualidade dessa participação?


Bruna Tadeusa Genaro Martins de Oliveira is offline
8votos

A diferença (étnica, cultural, de gênero, sexual, economica, social, etc) no SUS e a formação em saúde.

A diferença (étnica, cultural, de gênero, religiosa, econômica, social, etc), tem se tornado tema importante no campo de formulação de Políticas Públicas, nos últimos anos, graças à movimentos sociais identitários que têm posto em debate a necessidade de se produzir imagens e significados novos e próprios a seu respeito como forma de combate aos preconceitos e estereotipos que embasam sua inferiorização.


cleusapavan is offline
10votos

PRODUÇÃO DE SUBJETIVIDADE: COMO ANDA O IMAGINÁRIO SOCIAL DA PERIFERIA DE SÃO PAULO

Quem trabalha ou se interessa pela temática da produção de subjetividade no contemporâneo, mais especificamente, no Brasil de 2017, vai encontrar dados muito instigantes na pesquisa recém saída do forno da Fundação Perseu Abramo: “Percepções e valores políticos nas periferias de São Paulo”.

Trata-se de uma pesquisa qualitativa em que, com categorias originais, nos aproximamos de uma construção analítica passível de nos surpreender imensamente.


Maiara Aparecida Nunes da Silva. is offline
8votos

Residentes Multiprofissionais como Apoiadores Institucionais no SUS

 

Essa é uma atividade sugerida pela Professora Cátia Paranhos, na Disciplina: SUS. Residência Multiprofissional em Saúde. HU-UFGD


AlberisLuis is offline
12votos

CORDEL DO NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família)

O NASF

(Alberis Luís, estagiario de Psicologia UNIFAVIP/ Caruaru-PE)

 

ESSA HISTÓRIA QUE EU VOU CONTAR

É PRA GENTE JAMAIS ESQUECER

EM 2008 UMA PORTARIA FOI LANÇADA

PRA O DANADO DO NASF NASCER

 

PRA AMPLIAR A RESOLUBILIDADE

A AMBRANGÊNCIA E A QUALIDADE

OS NÚCLEOS VÃO GANHANDO FORÇAS


Jociana Medeiros is offline
11votos

HumanizaSUS e Reforma Psiquiátrica

O artigo Humanização e reforma psiquiátrica: a radicalidade ética em defesa da vida, das autoras Ana Rita Castro e Rosemeire Silva nos remete a uma reflexão sobre o fortalecimento dos laços entre Políticas de Humanização (HumanizaSUS) e a Política de Saúde e os novos desafios que o SUS enfrenta nos cenários que se apresentam com a elaboração de políticas públicas sobre drogas e rede de atenção psicossocial. A reforma psiquiátrica e as políticas de humanização estão interligadas nas responsabilidades éticas de defesa da vida.


Ligia Inez Requia Soares is offline
7votos

Travessias de Humanização na Saúde Mental: Tecendo Redes, Formando Apoiadores.

A Resenha critica escolhida foi do artigo “ Travessias de humanização na saúde mental: Tecendo redes, formando apoiadores. ” De Vania Roseli Correa de Mello e Simone Manieri Paulon. Resultado de pesquisa- intervenção.