clínica ampliada


deboraligieri is online
5votos

Os sentidos do (re)nascer e do morrer e o diabetes (viver ou morrer, eis a questão)

Desde que fui diagnosticada com diabetes tipo 1 em 1986, aos 9 anos de idade, recebi orientações sobre os riscos que a doença não tratada poderia me trazer. Ouvi muitas histórias - de médicos, profissionais de saúde e amigos dos meus pais - sobre pessoas que não se cuidaram e que morreram jovens com deficiências múltiplas em função das complicações do diabetes mal controlado.

Iza Sardenberg is offline
14votos

o que pode o corpo na contemporaneidade


Emilia Alves de Sousa is offline
14votos

Iniciativa Melhor em casa José de Freitas: implantação de uma nova forma de fazer saúde é premiada

No período de 6 a 8 de agosto (2015) aconteceu a 12ª Mostra Brasil Aqui tem SUS, premiando uma experiência por região do País.

Desde 2003 o CONASEMS – Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde - abre espaço em seus congressos nacionais para a Mostra de experiências bem sucedidas no âmbito das Secretarias Municipais de Saúde dos 26 Estados brasileiros.


deboraligieri is online
15votos

Diabetes, autocuidado e desmedicalização (ou sem sertralina e sinvastatina)

Há 29 anos tenho diabetes, e há 22 anos sou atendida pelo mesmo endocrinologista. Quando comecei a me tratar com ele, aos meus 16 anos, não debatíamos muito as prescrições dadas. Com o amadurecimento a profundamento do relacionamento médico-paciente, o autocuidado começou a ser pensado com a minha participação de forma mais ativa, propondo adaptações que melhor se aplicavam à minha vida prática às recomendações médicas.


patrinutri is online
11votos

Qual é a sua Dor?

Com um auditório repleto, na sua maioria de profissionais de saúde que atuam nas unidades de saúde de Blumenau, nos reunimos para falar sobre a saúde do idoso, ou melhor de dor, das nossas dores, das dores dos idosos, e da saúde. Como produzir saúde diante de alguém com dor?


AllanGomesDeLorena is offline
14votos

Uma clínica do impossível é possível?

Fernando Diniz, sem titulo, 1953. Óleo sobre tela. Acervo Museu Imagens do Inconsciente. 

"A multidão, concebida como um corpo biopolítico coletivo, nos seus poderes de constituir para si comunidades múltiplas, desenha assim novas possibilidades de relação com a alteridade. Para dizê-lo em termos mais filosóficos: não mais pensar segundo a dialética do mesmo e do Outro, da Identidade e da Diferença, mas resgatar a lógica da Multiplicidade" Peter Pal Pelbart, Vida Capital, p. 126.


Sebastian Freire is offline
12votos

Projeto leva cães para pediatria do hospital universitário da UFMS

A pequena Cleisiane da Silva de cinco anos, internada há duas semanas no Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian (Humap-UFMS), recebeu uma visita diferente nesta terça-fe

Sebastian Freire is offline
9votos

Aplicativo auxilia na orientação nutricional para refeições saudáveis

O TelessaúdeRS, projeto da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), criou em parceria com o Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde, um aplicativo gratuito para apoiar o trabalho de profissionais e pacientes que necessitam de alimentação controlada por complicações de saúde.

Sebastian Freire is offline
8votos

Mente e corpo em harmonia

A maneira como os indivíduos lidam com perdas, frustações, dificuldades pode estar associada a distúrbios alimentares. A afirmação é da psicóloga do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, em Recife, Iana Martins. "Trabalhamos para que lidem com as frustações de outra forma que não relacionadas com comida.