Construção da Rotina do Acompanhante no HEDH

Primary tabs


12votos

Construção da Rotina do Acompanhante no HEDH

Grupo de Trabalho de Humanização do HEDH is offline

      

       O GTH do HEDH (Hospital de Emergência Dr. Daniel Houly), localizado na cidade de Arapiraca-AL, realizou no dia 30 de junho de 2017 uma roda de conversa com o setor de Serviço Social em parceria com o NEP (Núcleo de Educação Permanente) e o NSP (Núcleo de Segurança do Paciente) com o objetivo de construir coletivamente uma rotina para o familiar que estiver exercendo o papel de acompanhante ao paciente interno no HEDH. Esta rotina será desenvolvida através de cartilha que será repassada aos acompanhantes por meio de roda de conversas entre estes e profissionais da assistência no âmbito hospitalar e entregue ao mesmo para orientá-lo sobre seu papel e sua importância na recuperação do paciente. 

     Este trabalho será fundamental para fortalecer os vínculos entre acompanhantes/pacientes/profissionais, além de propiciar uma comunicação mais efetiva entre equipes e familiares e promover maior segurança ao paciente mais especificamente em relação: ao apoio na prevenção das lesões por pressão, na prevenção de quedas, à identificação correta do paciente e à lavagem adequada das mãos, o que irá atender a alguns dos protocolos básicos de Segurança do Paciente.

 10 COMENTÁRIOS

Cicera Trindade Santos de Souza is offline

Importante esse fortalecimento e trabalho coletivo.

Grupo de Trabalho de Humanização do HEDH is offline

Obrigada, Cícera
verônica maria santos da silva is offline

Que legal Andrea, parabéns pelo belíssimo trabalho desenvolvido na UE de Arapiraca.

Grupo de Trabalho de Humanização do HEDH is offline

Obrigada, querida!
Nucleo de Segurança do Paciente is offline

Grande relevância.

Emilia Alves de Sousa is offline

Muito legal essa construção coletiva, possibilitando vários olhares sobre um documento importante que vai direcionar o modo de estar dos acompanhantes durante a sua permanência no hospital. O Manual dos usuários/acompanhantes do HILP, onde trabalho, também foi fruto da construção de uma equipe multidisciplinar constituida de assistente social, médico, psicólogo, enfermeiro, nutricionista, dentre outros. O documento foi apresentado no colegiado gestor com a participação dos usuários/acompanhantes para uma avaliação.

O que acham de compartilharmos os manuais dos acompanhantes neste espaço? Acredito que podem interessar a outros profissionais!

AbraSUS!

Emília

 

Grupo de Trabalho de Humanização do HEDH is offline

Sim, Emília! Ótima ideia ideia! Obrigada pela colaboração!
luzia Malta is offline

Andréa minha amiga, que excelente iniciativa de voces!!!

Estamos conseguindo sair de nossas "caixinhas" e trabalharmos em equipe multidisciplinar, isso é um avanço num serviço de urgência como a HEDH e saber que o GTH está promovendo essa aproximação é de fato a cereja do bolo.

Que possamos incluir mais setores, mais profissionais e que nossos usuários e seus familiares possam ter assento nesse grupo que com certeza será mais enriquecedor.

Parabpens!!!!

Grupo de Trabalho de Humanização do HEDH is offline

Obrigada, Luzia!! Vc é nossa grande apoiadora no GTH do HEDH. Obrigada pela força!!!
deboraligieri is offline

Carxs amigxs do Grupo de Trabalho de Humanização do HEDH.

Também considero muito importante a conversa com os acompanhantes sobre os cuidados com o paciente, e essencial o vínculo entre eles e os profissionais responsáveis pela atenção à pessoa hospitalizada. Embora veja nas cartilhas e manuais um certo risco de padronização dos comportamentos e das relações, debater em roda o conteúdo dessas orientações é uma forma de incluir os acompanhantes na construção de sentidos sobre elas, e ainda possibilitar a atualização das informações a partir de cada nova conversa; uma forma de privilegiar o trabalho vivo e a construção de relações democráticas no âmbito da saúde hospitalar, com efetiva possibilidade de cuidado por quem quer cuidar, e ainda precisa descobrir como; uma forma de fazer dos profissionais de saúde e dos acompanhantes construtores e aprendizes recíprocos do cuidado. Bem bonito!

Abraços,

Débora.

Últimos posts promovidos


Carina Helena Bubolz is offline
3votos

Hospital Independência, de Porto Alegre, viabiliza visita de animais de estimação como estímulo à recuperação dos pacientes

A paciente Cláudia Maria Franco da Cunha, moradora do bairro Cristal, em Porto Alegre, foi a primeira a receber a visita do seu animal de estimação no Hospital Independência, na tarde desta terça-feira, dia 25 de julho. A iniciativa está de acordo com a Política Nacional de Humanização (PNH), do Ministério da Saúde e visa estimular a recuperação dos pacientes.

Últimos posts comentados


ElainePerez is offline
5votos

Pois é ...

 

Pois é...
Diálogo ritmado com Foucault e Agamben
Elaine Perez

Deu vontade de escrever palavras ligadas.
Desejo da alma que busca acordar olhos cansados.
Corpos doídos, sonhos abandonados.
Somos brasileiros e nos sentimos ao deus-dará.
Fomos atingidos à queima-roupa.
A vida está nua.
Biopoder...
Que João-de-barro, nos salve dos campos,

 do exílio, das balas,

das linhas,