Saúde, linguagem e estigma

Primary tabs


8votos

Saúde, linguagem e estigma

Maria Luiza Carrilho Sardenberg is offline

 

 

 

O Centro de Referência Professor Hélio Fraga - instituição nacional de referência do SUS para a tuberculose e outras pneumopatias - realizará uma semana de mobilização e atividades para marcar o Dia Mundial da TB. A programação conta com palestra, apresentações, exposição e até uma intervenção artística. Mesmo tendo tratamento gratuito em toda a rede pública do Brasil, a tuberculose ainda mata milhares de pessoas por ano. Portanto, é preciso colocar a questão em pauta, falar sobre o tema, debater as formas de tratamento e enfrentamento do estigma e, acima de tudo, sensibilizar os profissionais de saúde e a população. Entre as ações previstas para essa semana também estão a iluminação do Castelo da Fiocruz, de 20 a 27 de março, e da estátua do Cristo Redentor, no dia 24 de março, quando é celebrado o Dia Mundial da Tuberculose. Confira a programação e participe! 
 
No dia 21 de março acontecerá uma mobilização voltada para os profissionais de saúde que atuam no Centro de Referência. A partir das 9h acontecerá a apresentação do Programa de Saúde do Escolar de 2017, seguida de uma roda de conversa sobre a tuberculose e ainda o planejamento das ações de saúde. 
 
No dia 24 de março, a partir das 9h, no auditório do Centro de Referência Professor Hélio Fraga, haverá a divulgação do documento Unidos pelo fim da TB. Cada palavra conta: Linguagem e uso sugeridos para comunicações em Tuberculose – Stop TB Partnership/Unops, cuja tradução foi feita pelo pesquisador do CRPHF Pablo Dias Fortes. Às 10h acontecerá a palestra Saúde, linguagem e estigma, proferida pelo pesquisador da ENSP, Caco Xavier, que é filósofo e antropólogo. Em seguida será realizado um debate com o público. Durante toda a manhã Marcio Arte, grafiteiro, realizará uma intervenção no muro do Centro de Referência, que será inaugurada no mesmo dia. A intervenção tem o apoio da Asfoc.
 
Segundo Pablo, a atividade no Hélio Fraga tem o objetivo de promover o debate público em torno da importância do papel da linguagem e da comunicação em saúde no combate ao estigma sofrido pelas pessoas afetadas pela tuberculose.
 
O Centro de Referência Professor Hélio Fraga (CRPHF/Ensp/Fiocruz) fica localizado na Estrada de Curicica, nº2000 - Curicica, Rio de Janeiro.
 
( texto retirado do Portal da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca ).
 

 2 COMENTÁRIOS

Emilia Alves de Sousa is offline

Que maravilha de iniciativa! A tuberculose, embora tenha apresentado uma queda na incidência de casos nos últimos anos, ainda é uma doença preocupante. E estimular o debate na perspectiva de ampliar a informação sobre a doença e combater o estigma sofrido pelas pessoas acometidas é importante e necessário!

Maria Luiza Carrilho Sardenberg is offline

 

Sincronicidade ou não, estou lendo o clássico A Montanha Mágica, de Thomas Mann neste momento. Interessantíssimo ver os modos de se lidar com a tuberculose na época e as concepções sobre saúde e doença que circulavam no Sanatório Behrens na cidade suíça de Davos. Isto só prá dizer do pedaço mais evidente da trama, pois o livro é maravilhoso na explicitação do espírito do tempo. 

Ao contrário do que se espalhou por muito tempo, trata-se de uma leitura deliciosa.

 

Sobre a obra, Malcolm Bradbury escreve:

"Seria, segundo ele [Mann], uma viagem à decadência; contudo, ele também a qualificou como a busca da ‘idéia do homem, o conceito de uma humanidade futura que vivenciou o mais profundo conhecimento da doença e da morte’... [2]

Últimos posts promovidos


Carina Helena Bubolz is offline
3votos

Hospital Independência, de Porto Alegre, viabiliza visita de animais de estimação como estímulo à recuperação dos pacientes

A paciente Cláudia Maria Franco da Cunha, moradora do bairro Cristal, em Porto Alegre, foi a primeira a receber a visita do seu animal de estimação no Hospital Independência, na tarde desta terça-feira, dia 25 de julho. A iniciativa está de acordo com a Política Nacional de Humanização (PNH), do Ministério da Saúde e visa estimular a recuperação dos pacientes.

Últimos posts comentados


Telessaude SC is offline
3votos

Vídeo novo na área! Conheça apps da área da saúde

Nesta vida cada dia mais conectada, os celulares viraram uma espécie de extensão do nosso corpo. Munidos dos mais variados tipos de aplicativos, eles nos ajudam em muitas atividades diárias, desde acordar (quem nunca perdeu a hora por ter esquecido de programar o despertador?) até conhecer e se relacionar com outras pessoas (alô, Tinder!). No campo da saúde existem muitos apps interessantes para ajudar quem os usa a ter uma vida mais saudável ou um maior controle dos seus hábitos.