ACOLHIMENTO... É MESMO NECESSÁRIO?

Primary tabs


5votos

ACOLHIMENTO... É MESMO NECESSÁRIO?

Leonardo Santos is offline

Eaí galera!

Eu tava pensando sobre acolhimento no SUS e lembrei de alguns amigos falando a respeito disso, que o sistema não precisa disso, "só precisamos ser atendidos e ir embora", meus olhos reviraram e não tive muita paciência pra rebater o comentário (me arrependi depois).

Gente!!! Precisamos parar pra pensar um pouco! Somos todos humanos, precisamos do contato, de nos sentir acolhidos, de sentir que alguém se preocupa conosco. Estamos vivendo tão automaticamente que as relações estão morrendo aos poucos, estamos perdendo a percepção sobre as pessoas e sobre o que nos cerca. 

A estratégia de acolhimento no SUS nada mais é que o resgate dessa relação entre os profissionais e os usuários, fugir dessa cultura de hierarquização. O profissional precisa estar aberto a colher as demandas que aquele indivíduo traz consigo, compreender seus problemas e assim direcioná-lo no fluxo da rede de saúde. Sabemos que o sucesso do SUS está na gestão e creio que a gestão das pessoas, de suas ações e o comprometimento com os outros irá proporcionar um sistema de saúde mais humano e com vistas ao principal objetivo do SUS: SAÚDE PARA TODOS!

Obrigado!

Leonardo - Saúde Coletiva, Unb

#GSSS #GSCUnb #acolhimento

Resultado de imagem para ACOLHIMENTO

 1 COMENTÁRIOS

Emilia Alves de Sousa is online

Oi Leonardo, o seu relato me remeteu às lembranças do início das discussões sobre a humanização da saúde no hospital onde trabalho. Alguns profissionais questionavam qual a necessidade de humanizar o que já era humano. 

Existe aqui na Rede, uma publicação do Bruno Aragão com um texto do Dario Pache, ex coordenador da PNH,  que traz uma importante reflexão sobre a humanização da saúde, as relações hierarquizadas e autoritárias na produção de saúde, as diretrizes de mudanças, o acolhimento..., que responde um pouco esses questionamentos, e que pode corroborar com as suas reflexões.

http://www.redehumanizasus.net/1895-humanizar-o-sus-e-humanizar-o-brasil

Obrigada pela publicação!

AbraSUS!

Emília

 

Últimos posts promovidos


Christina Altmayer is offline
7votos

Puericultura em casa

A ideia é visitar as mamães recém paridas, nos primeiros 10 a 15 dias de vida do bebê ou antes quando possível. Nestas visitas avaliamos tudo, desde o ambiente, a mamada, o peso, PC, reflexos do RN, auscultas e todo exame físico do RN. É um momento de intimidade com a família onde buscamos realizar uma escuta ativa, e detectar quaisquer problemas ou dificuldades, bem como dividir com a família a alegria de um novo integrante. Envio fotos das últimas VDs realizadas com este fim.

Últimos posts comentados


Andressa Carolina de Oliveira Mundim is offline
3votos

Reforma Psiquiátrica e Saúde Mental no Brasil: uma reflexão sobre o terror demonstrado no filme "Em nome da razão".

No estágio de Psiquiatria tive a oportunidade de refletir e modificar muitos conceitos que eu tinha. No estágio do CEAAD a falta de atividades produtivas e de incentivo a novos afazeres me incomodou bastante, assim como a falta de apoio a reinserção social. O CAPS Casa Verde se mostrou totalmente diferente e me surpreendeu ao desenvolver todas as atividades que no meu pensamento, deveriam ser desenvolvidas no CEAAD.