Regulação das Redes de Atenção à Saúde

Primary tabs


5votos

Regulação das Redes de Atenção à Saúde

Wando Francisco de Andrade Júnior is offline

 

O que são Redes de Atenção à Saúde ? 

São novos arranjos organizacionais que visam otimizar o processo de trabalho, bem como melhorar os serviços ofertados à população. Desenvolvido durante a gestão do Ministério da Saúde nos anos de 2011 a 2013, busca melhorar a efetividade do serviço prestado a população, com enfoque na integralidade do cuidado. Essa nova forma de organização foi baseada nos países que já trabalham nesse modelo de estrutura, por exemplo o Canadá.  

As Redes foram constituídas pela Portaria nº 4.279/2010, e possuem 5 que foram priorizadas, são elas:  

  • Rede Cegonha; 

  • 2. Rede de Atenção às Urgências e Emergências (RUE); 

  • 3. Rede de Atenção Psicossocial (Raps); 

  • 4. Rede de Cuidado à Pessoa com Deficiência; 

  • 5. Rede de Atenção à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas.  

Abaixo temos um vídeo do Eugênio Vilaça Mendes, que aconteceu em Porto Alegre e explica um pouco mais sobre o assunto, não deixem de conferir, é longo mas vale a pena !!

 

 

 

 

 

 

 

 0 COMENTÁRIOS

Últimos posts promovidos


Nilciany Camargo is offline
8votos

Atenção Domiciliar - Tire suas dúvidas AO VIVO • 24/03 • 10h e 14h

O Formação em Debate desta sexta-feira (24/03) vai falar sobre Atenção Domiciliar com a participação da Dra. Fernanda de Carvalho Affonso, Supervisora Médica do Programa Melhor em Casa do Hospital São Luiz Gonzaga – Santa Casa de São Paulo.

A transmissão é pelo Canal Profissional, nas TVs das Unidade de Saúde do município de São Paulo em dois horários: às 10h e às 14h.

Últimos posts comentados


Emilia Alves de Sousa is offline
0votos

MS e UFMG promovem curso EAD sobre Atenção à Mulher em Situação de Violência

Imagem de Sebastião Moreira

Estão abertas até o dia 6 de abril próximo as inscrições para o curso de extensão “Atenção à Mulher em Situação de Violência” - modalidade Ensino à Distância (EAD). O treinamento é promovido pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), por meio do projeto Para Elas, desenvolvido em parceria com a Coordenação Geral de Saúde das Mulheres (Dapes/SAS), do Ministério da Saúde (MS). O objetivo é capacitar profissionais para a abordagem da mulher em situação de violência.