O papel da Atenção Básica nas redes

Primary tabs


6votos

O papel da Atenção Básica nas redes

Wando Francisco de Andrade Júnior is offline

O Sistema Único de Saúde possui um arranjo organizacional em redes, e a principal área de entrada e teoricamente resolutividade desse serviço é a atenção básica. Nesse nível são desenvolvidas estratégias como o saúde na família, que preconiza a reorganização do sistema, voltados à estratégia de expansão através da mudança nos processos de trabalho, tal redirecionamento proporciona ampliar a resolutividade, bem como impacto na situação de saúde de pessoas e coletivos.

De acordo com o Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde, até o mês de Abril de 2016 havia aproximadamente 124.595.058 pessoas cobertas pela estratégia Saúde da Família, o que dá uma proporção de quase 65% de pessoas atendidas. Esse número reflete uma necessidade de expansão do serviço, pois o preconizado como essencial é uma cobertura de mais de 70%, sem contar que essa taxa varia de acordo com região, tendo algumas que se encontram em torno de 30%, como é o caso do Distrito Federal.

Esse número deveria ser maior, pois a atenção básica deve ser o serviço principal dentro do nosso Sistema Único de Saúde. Ao pensar na articulação das Redes de Saúde, a AB configura-se tanto como a porta de entrada, como aquela que irá reabilitar o usuário em seu ambiente familiar. Nesse sentido, o papel desse serviço é o de manter uma comunicação ativa com os demais níveis de atenção da Rede de Saúde, de modo que possa haver integralidade do cuidado, bem como longitudinalidade das ações e serviços prestados à comunidade.

 0 COMENTÁRIOS

Últimos posts promovidos


Nilciany Camargo is offline
8votos

Atenção Domiciliar - Tire suas dúvidas AO VIVO • 24/03 • 10h e 14h

O Formação em Debate desta sexta-feira (24/03) vai falar sobre Atenção Domiciliar com a participação da Dra. Fernanda de Carvalho Affonso, Supervisora Médica do Programa Melhor em Casa do Hospital São Luiz Gonzaga – Santa Casa de São Paulo.

A transmissão é pelo Canal Profissional, nas TVs das Unidade de Saúde do município de São Paulo em dois horários: às 10h e às 14h.

Últimos posts comentados


Emilia Alves de Sousa is offline
0votos

MS e UFMG promovem curso EAD sobre Atenção à Mulher em Situação de Violência

Imagem de Sebastião Moreira

Estão abertas até o dia 6 de abril próximo as inscrições para o curso de extensão “Atenção à Mulher em Situação de Violência” - modalidade Ensino à Distância (EAD). O treinamento é promovido pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), por meio do projeto Para Elas, desenvolvido em parceria com a Coordenação Geral de Saúde das Mulheres (Dapes/SAS), do Ministério da Saúde (MS). O objetivo é capacitar profissionais para a abordagem da mulher em situação de violência.