EXPLICANDO A IMPORTÂNCIA DA FLUORETAÇÃO DAS ÁGUAS ATRAVÉS DE CORDEL MUSICADO

Primary tabs


6votos

EXPLICANDO A IMPORTÂNCIA DA FLUORETAÇÃO DAS ÁGUAS ATRAVÉS DE CORDEL MUSICADO

Cristine Nobre Leite is offline

 

 

Veja diretamente no you tube:

https://www.youtube.com/watch?v=IEEn_KQyfic

 

 4 COMENTÁRIOS

deboraligieri is offline

Que legal, Cristine!

Ouvi inteirinho e adorei! Parabéns pra todo mundo que contribuiu pra essa defesa da fluoretação da água através da arte do cordel. Lindo, lindo!

Beijos,

Débora

Cristine Nobre Leite is offline

Oi Débora,

Apesar de ser bem longo eu amei ter feito esse trabalho e fico muito feliz que tenha gostado. A "Madrugada" agradece imensamente.

Beijocas,

 

Cristine

Gigli Testoni is offline

Cristine, muito legal. Nunca imaginei que tu cantavas e tocavas também! Geeeente, é muito talento! E pelo jeito tu és muito atuante no SUS, como conselheira, e também uma profissional dedicada aos teus pacientes. Que legal. A "Madrugada" é especial mesmo. Parabéns! Abraço! 

Gigli.

Cristine Nobre Leite is offline

Oi Gigli,

Não imaginava fazer um trabalho como esse. Foi uma surpresa atrás da outra, A parceria com o professor Narvai foi fundamental para que tudo ocorresse da forma como ocorreu. E por aqui gosto de dinamismo e muitas vezes tiro leite de pedras, faço o que posso, improviso e me viro com dá. Amo a Odontologia, meus pacientes e meu povo tão necessitado e carente de cuidados.

E assim a "Madrugada" vai dormindo pouco e usando cada vez mais da madrugada e seus momentos inspiradores.

Gostaria de um terço do seu talento admirável talento. Parabéns!!

E vamos que vamos com muita alegria !!

Beijos,

 

Cristine

 

Últimos posts promovidos


Emilia Alves de Sousa is offline
6votos

Projeto: "Enquanto o Doutor não Vem"

 

Hoje (23) deu-se inicio no ambulatório do HILP a implantação do “Projeto Enquanto o Doutor não Vem”. Trata-se de uma iniciativa que tem como público alvo os usuários do ambulatório do Hospital Infantil Lucídio Portella, com o objetivo de otimizar o tempo de espera no atendimento ambulatorial, através de ações informativas e interativas, buscando ampliar o conhecimento, a troca de saberes e o nível de satisfação entre esses sujeitos.

Últimos posts comentados


Fátima Couto is offline
0votos

A vida volta a sorrir...

Chica foi mais uma das muitas moradoras dos hospitais psiquiátricos brasileiros. Sua genética e história de vida lhes foram desfavoráveis e não deram a oportunidade de viver como ela merecia. Desde 08 de maio de 1984 morava no Hospital Dr. João Machado e por lá permaneceu até maio de 2016. Foram 32 anos, muito mais do que tenho de vida, vividos entres as paredes institucionais. Desses, aproximadamente 25 anos foram passados em enfermarias rotativas caracterizadas pela impossibilidade de ter um lugar para chamar de seu.