Política Nacional de Humanização: Acolhimento

Primary tabs


8votos

Política Nacional de Humanização: Acolhimento

Wando Francisco de Andrade Júnior is offline

A Política Nacional de Humanização, lançada em 2003, tem como objetivo melhorar os atendimentos oferecidos em serviços de saúde, pondo em prática os princípios da universalidade, integralidade e equidade. Tal política visa promover maior diálogo entre os participantes do SUS (profissionais, usuários, gestores), e estabelecimento de relações mais horizontais e humanizadas.

Ao chegar em um serviço de saúde, a primeira etapa para termos acesso é o acolhimento, que a política traz como o reconhecimento de que o próximo tem uma necessidade de saúde que precisa ser solucionada, e por trás da queixa existe um cidadão com ciclos sociais e necessidades que podem corroborar para a situação daquela pessoa. Através do diálogo, que é uma peça fundamental no processo de humanização do atendimento, será estabelecido um vínculo, que a medida que ele for sendo fortalecido, melhor será a abertura do usuário para dar sinais sobre o que pode estar causando aquela necessidade de saúde.

Nesse sentido, surge a necessidade de aprimoramento dos prestadores de serviços do SUS, para que o processo de acolher seja qualificado. Assim sendo, é oportuno que a escuta se fundamente não apenas no habitual queixa conduta, mas sim buscar ir além, se possível observar os Determinantes Sociais que aquela pessoa possui, para uma melhor intervenção e resolutibilidade das necessidades de saúde da população.

E então HumanizaSUS, como podemos melhorar o acolhimento dentro do nosso sistema de saúde ?

 

 0 COMENTÁRIOS

Últimos posts promovidos


Christina Altmayer is offline
7votos

Puericultura em casa

A ideia é visitar as mamães recém paridas, nos primeiros 10 a 15 dias de vida do bebê ou antes quando possível. Nestas visitas avaliamos tudo, desde o ambiente, a mamada, o peso, PC, reflexos do RN, auscultas e todo exame físico do RN. É um momento de intimidade com a família onde buscamos realizar uma escuta ativa, e detectar quaisquer problemas ou dificuldades, bem como dividir com a família a alegria de um novo integrante. Envio fotos das últimas VDs realizadas com este fim.

Últimos posts comentados


Andressa Carolina de Oliveira Mundim is offline
3votos

Reforma Psiquiátrica e Saúde Mental no Brasil: uma reflexão sobre o terror demonstrado no filme "Em nome da razão".

No estágio de Psiquiatria tive a oportunidade de refletir e modificar muitos conceitos que eu tinha. No estágio do CEAAD a falta de atividades produtivas e de incentivo a novos afazeres me incomodou bastante, assim como a falta de apoio a reinserção social. O CAPS Casa Verde se mostrou totalmente diferente e me surpreendeu ao desenvolver todas as atividades que no meu pensamento, deveriam ser desenvolvidas no CEAAD.