Educação Continuada Agentes Comunitários de Saúde


12votos

Educação Continuada Agentes Comunitários de Saúde

Sílvia Costa is offline

A Secretaria de Saúde, por meio do Programa de Kit Medicamento, iniciou o processo de educação continuada dos 120 agentes comunitários sobre uso racional de medicamentos para hipertensão arterial e diabetes.

O trabalho começou com 13 agentes da UBS (Unidade Básica de Saúde) do Jardim João de Vasconcellos e segue no CIS do Nova Veneza. Esta atividade estava suspensa há mais de 3 anos no município. O reforço acontece em paralelo à regularização do fornecimento dos Kits Medicamentos a Insulinos Dependentes.

O programa entregou 5.913 kits completos nas 23 unidades de saúde do município na última semana. Foram 2.604 kits de medicamentos, 3.217 kits de insulina e 92 glicosímetros. “Conseguimos regularizar já neste semestre a distribuição dos kits para toda rede, algo que não vinha acontecendo desde o ano passado.Vamos agora reforçar o treinamento dos agentes comunitários que têm um papel importante no acolhimento desta população acometida por diabetes e hipertensão. Nossa missão é aumentar a cobertura deste atendimento nos próximos anos”, destacou a secretária de Saúde, Tânia Pupo.

A gerente do Programa Kit Medicamento, Silvia Costa, explica que a população de hipertensos e de diabéticos tem aumentado em virtude do aumento da expectativa de vida das pessoas. Os idosos são o grupo mais atingido pelas doenças crônicas, contudo, a especialista aponta uma demanda crescente de jovens portadores de algum transtorno. “Este programa existe em Sumaré há sete anos e estamos requalificando os nossos agentes. O nosso objetivo é que eles compreendam os aspectos das doenças crônicas, as técnicas de manipulação dos medicamentos para realizarem um trabalho humanizado”,
frisou Silvia.

A atividade de qualificação é realizada com usos de apostilas, apresentação de slides onde são abordados temas como Doenças Crônicas Não Transmissíveis, Envelhecimentp, Hipertensão, Diabetes, Obesidade e Uso Racional de Medicamentos.

A prefeita Cristina Carrara realça que a principal meta do programa a partir de agora é atingir o maior número possível de pessoas que são portadores de doenças crônicas e também realizar um bom trabalho de orientação e prevenção com ajuda dos agentes comunitários de saúde.

Fonte: DA REDAÇÃO | Sumaré
tribunaliberal@tribunaliberal.com.br

 6 COMENTÁRIOS

Sílvia Costa is offline

Obrigada Éder !!

Abraço,

Sílvia

Sílvia Costa is offline

Grata pelo comentário Iza.

Abraço.

Sílvia

Sílvia Costa is offline

Boa tarde Sabrina,

Os kits medicamentos são individuais e entregues nas residências dos pacientes mensalmente, a equipe multidisciplinar da Unidade de Saúde faz o acompanhamento de todos os cadastrados.

A terapêutica é verificada mês a mês, inclusive os casos de não adesão (os pacientes guardam os medicamentos e não usam)..ou idosos que não tem cuidadores e não entendem o uso de medicamentos.

Nosso foco são principalmente os idosos já que em sua maioria tem a doença crônica e muitas vezes apresentam as maiores dificuldades durante a terapêutica.

Fiquei muito agradecida com seu comentário!

Abraços!

Sílvia S. Costa

 

Últimos posts promovidos


gustavonunesoliveira is offline
12votos

Marcus Matraga e as nossas lutas! Luto e Homenagem!

Hoje soube logo no começo da tarde, através de nota do Movimento Nacional de Luta Antimanicomial veiculada pelo Facebook da tragédia ocorrida no município de Jaguaripe. O senhor barbudo que andava se metendo em conflitos entre Fazendeiros e Indígenas foi sequestrado e assassinado esta noite de 4/02/2016. O nome dele de nascença é Marcus Vinicius de Oliveira Silva, mas nós o conhecemos com o nome de Marcus Matraga, do movimento de Luta Anti Manicomial.

Últimos posts comentados


Carlos Rivorêdo is offline
0votos

O Movimento HumanizaSUS, a PNH e o MS

Olá, pessoas humanas.

A mudança no comando do MS forja um cenário catastrófico para as políticas do SUS. 

A última vítima desse descalabro está sendo a estratégia do Apoio e, como corolário, a possibilidade de uma atuação efetiva para a Humanização da Atenção e da Gestão em Saúde.

Assisti a um programa de TV, Roda Viva, a propósito das epidemias de arbovirose. Nela, presente o ministro da saúde.

Fiquei muito impressionado com a demonstração de fragilidade do atual mandatários da pasta da saúde.