Programa Diagnóstico Amigo da Criança do Instituto da Criança do HCFMUSP

Primary tabs


13votos

Programa Diagnóstico Amigo da Criança do Instituto da Criança do HCFMUSP

Rede Humaniza FMUSP-HC is offline

Mais raciocínio clínico, menos exames complementares

Preocupado com o impacto negativo dos procedimentos diagnósticos para a criança, um grupo de médicos e enfermeiras do Instituto da Criança HC FMUSP, apoiado por especialistas da Faculdade de Direito da mesma Universidade, acaba de implantar o “Programa Diagnóstico Amigo da Criança”, que tem por objetivo racionalizar o emprego dos métodos diagnósticos imagenológicos, laboratoriais e funcionais na prática pediátrica, para que tragam o máximo de benefícios, o mínimo de riscos atuais e futuros e que poupem a criança e o adolescente de sofrimento físico e agravos psicológicos evitáveis. O Programa se apoia em 3 grandes pilares:

  • Utilização do menor volume possível de sangue nas análises laboratoriais, o que implica no estabelecimento de micrométodos para o maior número possível de análises.
  • Escolha de métodos imagenológicos que utilizem doses mais baixas de radiação ionizante, ou que não usem radiação ionizante.
  • Redução das indicações de anestesia ou mesmo de sedação em pré-escolares, escolares e adolescentes a serem submetidos a exames imagenológicos ou funcionais complexos.

Micrométodos - Foto Andre Vitor Martins

Foto: Micrométodos - Foto de Andre Vitor Martins

Foto: Instalações - Foto de Luides dos Santos

Foto: Pletismografia - Foto de Luides dos Santos

O Programa prevê ainda a criação do “Cartão Amigo da Criança” que reunirá de forma digital e acessível aos profissionais da saúde, as informações dos exames complementares do paciente, facilitando o diagnóstico e o tratamento, assim como a realização de exames desnecessários ou excessivos.

Recursos do Centro Diagnóstico do ICr

O Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapêutico do Instituto da Criança – SADT dispõe de completa infraestrutura para a realização dos exames de seus pacientes. O novo Tomógrafo Multislice de 64 canais que reduz em torno de 70% a exposição das crianças à radiação, foi instalado em uma sala humanizada e ambientada, no teto há pintura com imagens de céu e nuvens e monitor que projeta filmes infantis enquanto o exame é realizado, o que faz com que a criança se mantenha calma, muitas vezes não necessitando de sedação, ou anestesia. Dispõe também de Laboratório Clínico com micrométodos.

Foto: Sala ambiente, Tomografia Multislice 64 canais - Foto de Luides dos Santos

Outros exames disponíveis:

  • Ecocardiografia
  • Eletrocardiografia
  • BERA (Exame do Potencial Evocado
  • Auditivo do Tronco Encefálico)
  • Otoemissões acústicas
  • Eletroencefalografia
  • Polissonografia
  • Ultrassonografia
  • Exames radiológicos convencionais
  • Testes de função pulmonar (espirometria, oscilometria e pletismografia, incluindo para neonatos e lactentes)
  • Phmetria de esôfago
  • Testes cutâneos de hipersensibilidade imediata (testes alérgicos) e de hipersensibilidade tardia
  • Teste de liberação de GH (hormônio de crescimento)
  • Endoscopia (digestiva e broncoscopia)

Agilidade na consulta dos resultados de exames

O médico, o paciente e/ou responsável pode verificar com segurança o resultado dos exames
solicitados diretamente de casa e do consultório médico, por meio do Portal do Paciente do
Instituto da Criança. Basta acessar o link abaixo e, se necessário, cadastrar o seu login e senha. https://sigma.icr.usp.br/PACIENTE  (adicione aos seus ‘Favoritos’ e/ou Bookmarks)

Foto: Sala de comando - Tomografia - Foto de Luides dos Santos

Responsável pelo Programa Diagnóstico Amigo da Criança: Profª. Dra. Magda Maria Sales Carneiro-Sampaio.

 0 COMENTÁRIOS

Últimos posts promovidos


Nilciany Camargo is offline
9votos

Atenção Domiciliar - Tire suas dúvidas AO VIVO • 24/03 • 10h e 14h

O Formação em Debate desta sexta-feira (24/03) vai falar sobre Atenção Domiciliar com a participação da Dra. Fernanda de Carvalho Affonso, Supervisora Médica do Programa Melhor em Casa do Hospital São Luiz Gonzaga – Santa Casa de São Paulo.

A transmissão é pelo Canal Profissional, nas TVs das Unidade de Saúde do município de São Paulo em dois horários: às 10h e às 14h.

Últimos posts comentados


Emilia Alves de Sousa is offline
12votos

ESTUDO DO MANEJO DA PRÉ-ECLÂMPSIA E ECLÂMPSIA COM EVOLUÇÃO PARA O ÓBITO MATERNO NA MDER

O Instituto Fernandes Figueira – IFF/Fiocruz priorizou a Maternidade Dona Evangelina Rosa, em Teresina, como campo de pesquisa para um estudo sobre o manejo da Pré-eclampsia e Eclampsia com evolução para o óbito materno.

A pesquisa está sendo realizada pela Enfermeira Paranaense Luciana Ferreira, mestranda do Instituto Fernandes Figueira/FioCruz

A pesquisadora esteve realizando coleta de dados na MDER entre os dias 10 e 18-02. Os trabalhos foram Iniciados com uma apresentação do PROJETO aos gestores e cuidadores da maternidade.