OFICINAS TERAPÊUTICAS COMO INSTRUMENTO DE REABILITAÇÃO PSICOSSOCIAL: PERCEPÇÃO DE FAMILIARES

Primary tabs


13votos

OFICINAS TERAPÊUTICAS COMO INSTRUMENTO DE REABILITAÇÃO PSICOSSOCIAL: PERCEPÇÃO DE FAMILIARES

FRANCISCO ARNOLDO NUNES DE MIRANDA is offline

As oficinas terapêuticas permitem a possibilidade de projeção de conflitos internos/externos por meio de atividades artísticas, com a valorização do potencial criativo, imaginativo e expressivo do usuário. Objetivou-se identificar a percepção dos familiares sobre as oficinas terapêuticas desenvolvidas. Pesquisa descritiva, com delineamento qualitativo, desenvolvida nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) de Natal-RN, entre agosto e setembro de 2007. Foram entrevistados 28 familiares que participavam regularmente dos serviços. Os familiares destacaram o impacto positivo dos CAPS em suas trajetórias de tratamento e de vida, na melhoria da harmonia familiar. Sobre
as oficinas terapêuticas, identificaram falhas e contradições, denunciando e apontando caminhos de superação. Percebem os espaços de participação nos CAPS como formas importantes de acompanhamento do seu familiar usuário, além do crescimento mútuo. As oficinas terapêuticas representam um instrumento importante de ressocialização e inserção individual em grupos, na medida em que propõem o trabalho, o agir e o pensar coletivos, conferidos por uma lógica inerente ao paradigma psicossocial.
Palavras-chave: Terapia pela Arte. Serviços de Saúde Mental. Família. Enfermagem Psiquiátrica. Transtornos Relacionados ao
Uso de Substâncias.

 0 COMENTÁRIOS

Últimos posts promovidos


Mariella is offline
4votos

Túnel do tempo conta a história da Fiocruz em Brasília e a da 8ª Conferência Nacional de Saúde

 

Exposição se vale de imagens e tecnologias interativas e ficará aberta ao público de 12 a 16 de dezembro 

Últimos posts comentados


Clyton A P Houly - ClytonDiAju - ClytonDiTraipu is offline
6votos

SOFRIMENTO E MORTE DE MÉDICAS CUBANAS, NO PROGRAMA MAIS MÉDICOS PARA O BRASIL-PMMB

*******************************************************************************

1. QUATRO MORTES E UM ESTUPRO

2. NO INTERVALO DE ONZE MESES, INICIANDO EM DEZEMBRO DE 2015

3. DUAS MORTES NO PARANÁ , UMA NO CEARÁ E UMA NA BAHIA.

4. UM CASO DE ESTUPRO, NO AGRESTE DE PERNAMBUCO.

5. A ÚLTIMA MORTE EM IGUATU, CEARÁ, ÀS VÉSPERAS DO RETORNO DA DOUTOURA CUBANA PARA SUA TERRA NATAL.

6. UMA MORTE TERIA SIDO INFARTO DO MIOCÁRDIO

7. A OUTRA TERIA SIDO INFLUENZA H1N1

8. A ÚLTIMA, DE IGUATU-CEARÁ , TEVE LAUDO MÉDICO , DE CAUSA INDETERMINADA