ENCONTRO REGIONAL DE EDUCAÇÃO POPULAR EM SAÚDE VAI ACONTECER EM FORTALEZA

Primary tabs


12votos

ENCONTRO REGIONAL DE EDUCAÇÃO POPULAR EM SAÚDE VAI ACONTECER EM FORTALEZA

Cirandas da Vida is offline

O Comitê Nacional de  Educação Popular e Saúde (CNEPS) em parceria com a Articulação Nacional de Educação e Práticas na Saúde (ANEPS) e o Programa Cirandas da Vida realizará em Fortaleza, de 02 a 04 de Junho de 2010 o I Encontro Regional de Educação Popular e Saúde, associado ao III Encontro Estadual da ANEPS. O evento objetiva contribuir com a descentralização da Política Nacional de Educação Popular em Saúde e fortalecer o debate pela implementação de uma Política Estadual e Municipal de Educação Popular e de Práticas Integrativas e Populares de Saúde.

A abertura e credenciamento vão acontecer no Hotel Mareiro (Av. Beira Mar, 2380), a partir das 17hs do dia 02/06/2010 e o desenvolvimento dos trabalhos acontecerá na Universidade Estadual do Ceará (Av. Paranjana, 1200, Campus do Itapéri). Já o III Encontro Estadual da ANEPS se realizará no dia 05/06/2010, no Clube da COFECO, dentro da programação do Festival da Juventude promovido pela Coordenadoria de Juventude de Fortaleza.

O movimento de Educação Popular em Saúde vem, historicamente, se afirmando como base de inclusão da perspectiva popular na dinâmica do Sistema Único de Saúde (SUS), fortalecendo o compromisso com a qualidade de vida de todos os brasileiros e com a defesa do SUS como política de Estado.

 Neste sentido, tem organizado coletivos como a Rede de Educação Popular e Saúde (REDEPOP), o Grupo de Trabalho de Educação Popular e Saúde da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO), a Articulação Nacional de Educação Popular e Práticas na Saúde (ANEPS) e a Articulação Nacional de Extensão Popular em Saúde (ANEPOP), movimentos que promovem reflexões e constroem conhecimentos voltados para a defesa de um projeto popular de saúde, como direito da população.

Em 2009, a Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa constituiu o Comitê Nacional de Educação Popular em Saúde (CNEPS), no âmbito do Ministério da Saúde. Esta formulação fomenta o diálogo entre os coletivos e educadores, profissionais de saúde, trabalhadores, gestores e estudantes, no contexto do SUS e da gestão participativa de fato.

Na região Nordeste, os movimentos e práticas de educação popular em saúde são referências de articulação com a gestão, com os serviços, com as instituições acadêmicas e a população. Foi esta articulação que propôs à Gestão de Saúde de Fortaleza, em 2005, a criação do Programa Cirandas da Vida, ação de educação popular em saúde, que se pauta por uma pedagogia vivencial, fundamentada no educador Paulo Freire, promove as práticas integrativas e populares e considera as linguagens da arte como potência de promoção do cuidado humanizado em saúde.

As parcerias institucionais, no âmbito do Executivo, do Legislativo e das instituições acadêmicas estão sendo sensibilizadas e mobilizadas pelos movimentos e práticas para se comprometerem com esta pauta, para além do evento, na perspectiva da construção formal desta política, razão pela qual, importantes atores e gestores do Ministério da Saúde, das Secretarias de Saúde do Estado do Ceará e do Município de Fortaleza, através do Sistema Municipal de Saúde Escola e das Cirandas da Vida, das Universidades Estadual e Federal do Ceará, das Câmaras Federal, Municipal e da Assembléia Legislativa do Ceará estão sendo chamados ao debate.
 

Contato: Elias J. Silva – (85) 9191 7475
               Vera Dantas (85) 8508 9333

Leia mais:

www.cirandasdavida.blogspot.com

www.palcomp3.com/cirandasdavida

www.saudefortaleza.ce.gov.br

 0 COMENTÁRIOS

Últimos posts promovidos


Maria Luiza Carrilho Sardenberg is offline
6votos

RedehumanizaSUS e Saúde!Brasileiros entrevistam as idealizadoras da série Unidade Básica

 

Pela primeira vez, uma série médica brasileira baseada em casos reais revela os conflitos e vitórias de uma equipe de saúde da família da rede pública e seus pacientes

Últimos posts comentados


Clyton A P Houly ClytonDiAju is offline
3votos

SEIS MESES NO PROGRAMA MAIS MÉDICOS PARA O BRASIL. UMA VIAGEM INTERESSANTE AO MUNDO DO ESTRESSE-PARTE HUM

 

1. COMECEI NO PMMG-PROGRAMA MAIS MÉDICOS PARA O BRASIL EM 01.03.2016

2. CADASTRADO NO CNES DESDE 2007 COMO MÉDICO DE FAMÍLIA, SEMPRE CONTRATADO EM SITUAÇÃO PRECÁRIA, DISSE PRÁ MIM MESMO, FINALMENTE VOU TRABALHAR 03 ANOS NA MESMA EQUIPE, NO MESMO MUNICÍPIO, PROTEGIDO PELA CONDIÇÃO DE BOLSISTA DO PMMG, DEIXANDO DE SER "EMPREGADO DO PREFEITO"